Sample Sidebar Module

This is a sample module published to the sidebar_top position, using the -sidebar module class suffix. There is also a sidebar_bottom position below the menu.

Blog do Chico
Saco de Bicicletas

Com os depoimentos da Odebrecht, na delação da Lava Jato, compreendo que as questões da política brasileira estão pra lá do que pensava. Parecendo um “saco cheio de bicicletas”, sendo esta expressão, uma espécie de sinônimo de “saco de gatos”. Quer dizer, um ambiente confuso, complicado e de difícil visualização e imaginação. Penso assim por quê?

Vejamos, se estão juntos, Temer, Lindbergh, Aécio, Cabral, Palocci, Cunha, Dilma, Sarney, Humberto, Serra, Jucá, Renan, Maias, Mantega, Vanessa, Alkmin, Aldo, Mercadante, Jutahy, Jaques, Picciani, Tarso e tantos outros, amplamente divulgado, constatamos que o secreto e chamado quarto poder, talvez maior que os outros três juntos, agora foi descoberto. É a Odebrecht, que comandava até a formulação de perguntas e respostas nos debates políticos da televisão.

Como julgar um quadro desses? Penso que os políticos teriam que devolver os valores subtraídos da Nação e terem os direitos políticos cassados definitivamente, ficando em prisão domiciliar. Os que não devolverem os recursos desviados ficarão na cadeia em tempo proporcional aos valores não devolvidos. Os empresários teriam os bens confiscados e prisão proporcional aos valores subtraídos. Simples assim.

Deixo outra pergunta: Será que existe o Quinto Poder?

Chico Salles, 15/04/17.

Chico Salles by Livio Campos
Obrigado por visitar meu blog!
Por favor, retorne sempre para ler novidades!

 
Citações Chicosalleanas: 

♦   “A vida é feita de pedaços, de mistérios e essências,
     quem ficar no mesmo passo atrofia a existência”.

♦   “Minha estrada é longa, mas minha esperança é maior”.

♦   “Câncer, antes nunca do que tarde”.

♦   “Não tenho pressa, mas não estou parado”.

 
 

Chico Salles Perfil

Chico Salles by Livio Campos

Chico Salles

"Nordestino Carioca"

Sou cantador, violeiro, forrozeiro,
Cordelista brasileiro e assim bem Paraíba
Sou operário, milionário sem tostão,
Busco na inspiração vez por outra ser escriba.

Vou por aí, relembrando o mestre Lua,
Cantarolando nas ruas, becos vielas e guetos,
Com a sanfona, o triângulo e a zabumba,
Tocando xaxado e rumba, xote e baião nos coretos.

No boteco, no teatro, na esquina,
Na poeira na neblina, fazendo a festa do povo,
Aqui na praça de graça, ou lá na lona,
De Metrô ou de carona, amanhã volto de novo.

Reticências do Blog do Chico

Chico Salles Logo

Login