Sample Sidebar Module

This is a sample module published to the sidebar_top position, using the -sidebar module class suffix. There is also a sidebar_bottom position below the menu.

  • 25 Anos da ABLC

    Academia Brasileira de Literatura de Cordel - ABLC

    São duas estrofes em Martelo Agalopado, que escrevi esta semana para o aniversário da ABLC - Academia Brasileira de Literatura de Cordel.

  • A Hora da Morte

    É uma engraçada história de ficção, contada em Literatura de Cordel, na métrica de setílha.

  • A Justiça brasileira está doente

    O Gavel da Justiça Brasileira

    Um pequeno martelo de dez versos de onze sílabas, sobre esta dificilima tarefa da humanidade, que é julgar.

  • A mega sorte da grande sena

    Neste tempo de busca por dinheiro fácil, devido ao modelo consumista imposto pelo capitalismo, publico esta crônica que escrevi há uns 2 anos.

  • A Passagem de Bin Laden pelo Chabocão

    Devido ao recente assassinato do Bin Laden, publico aqui uma história ficcional, que escreví e publiquei no formato tradicional de Literatura de Cordel no ano de 2007, com pequenos ajustes e correções. 

  • Ainda não fui no Jô

    Agora apresento uma nova crônica tambem no formato de Literatura de Cordel, em setilha, que são estrofes de sete versos com sete sílabas, falando descontraidamente do Programa "Jô Soares".

  • Antonio Mariz

    Texto em setilha, sobre um dos poucos Políticos decente da minha terra: Antonio Marques da Silva Mariz.

  • As Minas de Minas

    Refletindo sobre este incomparável, indiscritível e absurdo fato acontecido esta semana com as meninas estudantes de Realengo, resolví publicar este meu cordel escrito e publicado em dezembro de 2008. São casos muito diferentes, principalmente porque um deles infelizmente é real e o outro é ficção. mesmo assim encontrei paralelo entre dois casos. Vejam.

  • Bala Perdida

    Este cordel é meu tiro de amor no coração. É minha bala perdida no caminho da razão.

  • Basta!

    Desta vez apresento um texto em forma de glosa, com o seguinte mote:
    Para ser grande, não precisa altura
    A grandeza atua, onde tem beleza.

  • Botafogo Samba Clube

    Conseguí, juntamente com os parceiros Beto Moura, Nilo Motta e Narciso, ganhar neste carnaval, o concurso do Batofogo Samba Clube, de melhor samba enredo sobre a história do Glorioso de General Severiano, entre os 84 sambas inscritos. Consideramos um verdadeiro gol de placa.

  • Boteco do Joaquim

    Desta vez publico um pequeno e melancólico poema que fiz depois de umas cervejas e reflexões.

  • Cachoeira e Cascatas

    Crônica em setilha, qué é estrofes de sete versos com sete sílabas, sobre o assunto da hora.

  • Classificados - 2º Concurso Nacional de Literatura de Cordel

    Promoção: FUNDARPE através do Programa SISTEMA DE INCENTIVO A CULTURA SIC/PE e Governo do Estado de Pernambuco, com a colaboração da ABLC – Academia Brasileira de Literatura de Cordel e o gerenciamento da ACLC – Academia Caruaruense de Literatura de Cordel.

    RELAÇÃO DOS POETAS E TEXTOS CLASSIFICADOS:

  • Comunidade Católica Shalom

    Apresento dois textos em Cordel que escreví recentemente sobre os 30 anos de atividade desta jovem importante e promissora Comunidade. O primeiro no formato de setilha e o segundo no formato de martelo ou décimas.

  • Confissão

    Nesta Sexta Feira da Paixão de Cristo, publico aqui a minha confissão. Um pequeno poema escrito e musicado há vários anos, agora revisado com poucos e imperseptíveis ajustes. Confiram.

  • Cordel Contemporâneo

    Apresento agora este texto no formato de "martelo", que é uma das formas métricas da Literatura de Cordel, que fiz e li na ABL, na ocasião que recebí o Prêmio de melhor Livro Infanto Juvenil de 2009.

  • Cordelteca

    Temos verificado atualmente, atravéis da ABLC, a crescente procura e implantação de Cordeltecas pelo Brasil afora, o que julgamos ser de grandiosa importância para esta latente expressão literária popular da nossa lingua. Por isso escrevi o seguinte texto:

  • Dedicatórias

    Dedicatórias

    Publicação de algumas DEDICATÓRIAS que fiz, em setilhas, ao longo da minha estrada como cordelista, em momentos de lançamentos de livros, de shows e eventos literários diversos, pelo Brasil afora.

  • Doente sem sentir dor: Para Catulo da Paixão Cearense

    Texto que escrevi em dois formatos métricos, (setilha e oitava), para o meu Patrôno e Mestre, Catulo da Paixão Cearense, no discurso em sua homenagem, na ABLC - Academia Brasileira de Literatura de Cordel, que fiz na Plenária do mês passado.

  • Lima Barreto e sua Casa

    Foi inaugurado em 12 de março deste 2011, na Rua do Lavradio - Lapa, o busto do escritor carioca LIMA BARRETO, um dos mais importantes romancista brasileiro. Este marco foi conseguido pela Casa Lima Barreto, uma instituição itinerante e permanente no cuidado e divulgação da obra deste grandioso menestrel das letras. Publicarei a seguir um cordel que fiz tempos atrás, aqui e agora revisado sobre assunto:

  • Martelo para Lima Barreto - O Homem que sabia Javanês

    Este martelo escrevi para um concurso musical da CASA LIMA BARRETO, que é uma instituição carioca, em memória deste grande brasileiro genial escritor.

  • Martelo pra Teresa

    Amanhã será o aniversário de 5 anos da minha primeira neta Teresa. Publico aqui um texto que escrevi no dia de seu nascimento.

  • Matuto Apaixonado

    Matuto Apaixonado

    Este é o meu cordel de maior venda e procura, já na 6ª edição. O escrevi há mais de quinze anos.

  • Muros nas Favelas

    Muros nas Favelas

    Mais um martelo agalopado, sobre o nosso sistema de ensino.

  • Notícia - 2º Concurso Nacional de Literatura de Cordel

    Transcrevo abaixo o texto enviado para todos os envolvidos e interessados no evento, sobre o seu adiamento, solicitando a compreensão e a divulgação. *continuação*

    Vimos aqui informar a todos, a decisão conjunta das Instituições: FUNDARPE, ABLC e ACLC, em adiar para os dias 28 e 29 de outubro, a programação original dos eventos evidenciados acima, devido principalmente a atual greve dos CORREIOS, pois inúmeros concorrentes do Concurso de Literatura de Cordel, de todo Brasil não tinham confirmados a entrega da suas inscrições.

    Assim solicitamos a todos os envolvidos e colaboradores em promover e divulgação desta notícia, que trará desencontros para alguns, mas certamente será mais justa para todos.

    As programações serão as mesmas, conforme regulamento e release apresentados, transferindo-se apenas as datas.

  • O Bonde de Santa

    Este cordel eu dedico aos cariocas neste Natal de 2012 e desejando a todos feliz 2013. A capa, é uma charge do amigo e artista Gervásio Castro Neto, que gentilmente pruduziu para este projeto.

  • O Cavalo do Português

    Esta é uma história luzitana, cordelizada em setilha, ainda não publicada no formato do livreto tradicional. É tambem uma experiência pioneira, pois sua publicação dependerá da reprecursão que tenha aqui via blog.

  • O homem que sabia javanês

    Uma homenagem ao mestre Lima Barreto, transcrevendo o seu genial conto "O homem que sabia javanês, para a Literatura de Cordel, apresentando o texto em martelo agalopado, que tem como formato métrico, estrofes de dez versos com dez sílabas.

  • O Maior Inimigo do Cachorro

    Pastor Alemão

    Uma história de ficção infanto juvenil urbana, no formato de setilha.

  • O nome da bola

    Para próxima COPA do MUNDO, escrevi o texto a seguir, em setilha, sugestivo para O NOME DA BOLA, com charge ilustrativa do Cartunista GERVÁSIO CASTRO

  • O Pai do Vento

    O Pai do Vento

    É uma história de ficção humorada e matuta. Escrita em setilha, que são estrofes de sete versos de sete sílabas.

  • O Rio e o Mar

    Um poema curto, ou uma reflexão simples, escrito já há algum tempo, que não lembro nem registrei.

  • Ouvindo Vozes

    Estou publicando aqui e agora, para iniciar com uma dose de loucura, este ano de 2012, um texto que escreví para a orelha do livro OUVINDO VOZES, do meu amigo Edmar Oliveira, lançado com enorme sucesso em 2009, e que está caminhando para a sua terceira edição.

  • Paixão de Ler

    Paixão de Ler

    Paixão de Ler é um projeto de incentivo a leitura, promovido anualmente pela Secretaria de Cultura da Cidade do Rio de Janeiro.

  • Plenária da ABLC em Caruaru

    Academia Brasileira de Literatura de Cordel em Pernambuco.


    Nos próximos dias 14 e 15 de outubro, a ABLC, Academia Brasileira de Literatura de Cordel, entidade cultural permanente, sediada no Rio de Janeiro, fundada em 1988, que abriga no seu quadro de Acadêmicos e Beneméritos, os mais ilustres e representativos escritores e admiradores desta genuína expressão literária da Língua Portuguesa, a convite da ACLC – Academia Caruaruense de Literatura de Cordel, realizarão na cidade Caruaru – PE os seguintes eventos:

    - Dia 14 a partir das 20:00h: A ACLC realizará o 2º Concurso Nacional de Literatura de Cordel
    - Dia 15 a partir das 16:00h: A ABLC realizará sua Plenária de outubro.

    O 2º Concurso Nacional de Literatura de Cordel. Será realizado e terá premiação de acordo com o seu regulamento publicado e em anexo, que faz parte integrante deste release.

    A Plenária da ABLC é um encontro mensal de avaliações e congraçamentos do seu quadro de Acadêmicos e Beneméritos. Na ocasião, serão empossados os dois novos Acadêmicos recém eleitos, os poetas Marcelo Soares e José Honório e homenageados personalidades pernambucanas a seguir relacionadas.

    BIOGRAFIA CONCISA DOS NOVOS ACADÊMICOS:

    Marcelo Soares: Pernambucano de Olinda é artista gráfico, poeta cordelista, editor e arte educador. Nasceu em 1953, filho do Poeta Repórter José Soares, expoente e renomado cordelista pernambucano. Iniciou na gravura, em 1974 fazendo capas para folhetos de cordel, incentivado pelo pai. Marcelo Soares é autor de quase uma centena de folhetos de cordel publicados, expandiu suas atividades, incursionando por desenho e pintura, criando capas e ilustrações para livros, discos, cartazes para cinema, shows, teatro e outros eventos. Ilustrou obras para várias editoras, entre elas: Brasiliense, Itatiaia, Bagaço, CEPE, Prelo, Paulinas, Contexto, Global, Bagagem, e para os jornais: O Globo, Jornal do Brasil, O País, O Pasquim, Jornal do Commércio, Diário de Pernambuco. Trabalhou com Ariano Suassuna, (1994-1998), e ministrou oficinas de gravura em todo o Brasil. Como xilógrafo ministrou tambem, centenas de oficinas de iniciação a xilogravura em Portugal, França, EUA. e México.

    José Honório: Pernambucano matuto do Recife, como se auto define, nascido em 1963. Seus pais nasceram e cresceram no meio rural. Cresceu ouvindo histórias de trancoso, lendo folheto de cordel, escutando repentistas pelo rádio e vendo emboladores na Praça da Independência e no Mercado de São José, aqui no Recife. .Em 1984 publicou o seu primeiro cordel: Recife - Carnaval, Frevo e Passo. De lá pra cá foram com mais de cinqüenta folhetos jogados na praça, palestras, oficinas e recitais, neste crescente e prazeroso compromisso de divulgar a poesia nordestina. José Honório foi um dos primeiros cordelistas a utilizar o computador a serviço do cordel. Primeiro para a impressão dos folhetos, depois para divulgá-lo através da Internet. Em 2005 foi a Suíça fazer palestras para brasileiros e admiradores da cultura brasileira. Também foi a Genebra, Lousane, Zurich, Basel e Locarno. É fundador e atual Presidente da União dos Cordelistas de Pernambuco - Unicordel. É bancário e formado em Turismo.

    HOMENAGEADOS:

    O principal homenageado deste evento será o Ilustre Brasileiro Acadêmico Ariano Suassuna, com a medalha LEANDRO GOMES DE BARROS, maior comenda da Instituição, pela sua obra e sua importância no universo da cultura popular brasileira, especialmente e destacadamente a Literatura de Cordel.
    Serão homenageados também, com a Medalha Rogaciano Leite, estes gigantes personagens da Cultura Popular Nordestina, os ilustres pernambucanos:

    Alexandre Santos – Presidente da União Brasileira de Escritores.
    Ana Cely Ferraz – Editora Coqueiro.
    Xico Bizerra – Compositor e Poeta popular.
    Fernando Duarte – Secretário Estadual de Cultura.
    Mestre Dila – Xilogravurista.
    Ivanildo Vilanova – Poeta, Violeiro e cantador.
    Roberto Benjamin – Professor e Pesquisador.
    Maciel Melo – Compositor e Poeta popular.
    Rogério Menezes – Radialista, Violeiro e Cantador.
    José Borges – Xilogravurista e Poeta.

    ACADÊMICOS CONVIDADOS:

    Esta Plenária contará com as presenças do Presidente e do Diretor Cultural da Instituição, Poetas Gonçalo Ferreira da Silva e Chico Salles respectivamente, alem dos demais membros da ABLC, notadamente os Acadêmicos residentes no Nordeste: Crispiniano Neto, Klévisson Viana, Josenir Lacerda, Sávio Pinheiro, Gilmar Santana Ferreira, Arievaldo Viana, Manoel Monteiro, Severino Sertanejo, João Firmino Cabral, Bule Bule, José Maria de Fortaleza, Beto Brito, Antonio Francisco de Melo, João Dantas, José Walter Pires, e Pedro Costa. Estarão presentes, também à comitiva com Acadêmicos do Rio de janeiro, Minas Gerais e São Paulo. Destacando-se aí os Poetas: Mestre Azulão, Moreira de Acopiara, Cícero Pedro de Assis, Antonio Araújo Campinense, Maria de Lourdes Aragão Catunda, João Batista de Melo, Maria Rosário Pinto, Fernando Silva Assumpção, Sepalo Campelo, William J.G. Pinto, Marcus Lucenna, Fábio Sombra, Ivamberto Albuquerque Oliveira, Sergival Silva, Victor Alvin Garcia, e Olegário Alfredo.

    A expectativa da Direção da ABLC, para esta terceira Plenária anual a se realizar fora da sua sede no Rio de Janeiro, é de total sucesso, devido à experiência das Plenárias de 2009 e 2010, realizadas em Fortaleza – CE e João Pessoa – PB respectivamente. Pretende-se também, tornar parte das suas Plenárias anuais, itinerante realizando-as de maneira rotativa em outros estados, notadamente nos estados que tenham parte do seu quadro Acadêmico residente, e nos estados que ofereçam apoio e infra-estrutura indispensáveis para a realização do evento.
    O evento será realizado No auditório da FAFICA – Faculdade de Filosofia de Caruaru, Rua Azevedo Coutinho, Petrópolis – Caruaru PE, para o Corpo Acadêmico presente e seus convidados. Será também aberto ao público, que receberá senha 30 min antes do início da Plenária. ENTRADA FRANCA.

     


    Comentários
    Este post possui 2 comentário(s).

     

    Rosário Pinto
    Postado em 07/09/2011

    Olá Chico, Vou postar, primeiramente no blog Rosário Pinto e mais à frete no Cordel de Saia. Pois, no momento estamos com postagens da mulherada. Uma beleza! Passe lá. bjs, rosário


    ivamberto
    Postado em 06/09/2011

    Meu nobre poeta e cantador Checo Salles. O evento em Caruaru é imperdível, já dei uma olhada no calendário e vi que está favorável para que eu vá a este encontro, só vai depender das possibilidade da ablc. Um abraço , Ivamberto

  • Plenária da ABLC em João Pessoa

    Descrevo a seguir o texto da abertura que fiz deste importante evento, em martelo agalopado. Foi uma festa qualificada e repleta de poesia e emoção. Mais de tres horas passadas, como se fossem alguns minutos. Ilustres Poetas, Cordelistas e Artistas de várias quilates participaram, atribuindo ao encontro conteúdo poucas vezes registrados pela a ABLC. Dentre os presentes destacamos: Oliveira de Panelas; Antonio Araújo Campinense; Marco Di Aurélio; Crispiniano Neto; José Neumanne Pinto; Evandro Nóbrega; Glorinha Gadelha; Jessier Quirino; José Soares; Kátia de Monteiro Braga; Severino Sertanejo; Gonçalo Fereira da Silva; Moraes Moreira e Manoel Monteiro, alem dos Acadêmicos empossandos: João Dantas, Beto Brito e José Walter Pires.

  • Por isso e por aquilo

    Este novo texto, trata-se de uma reflexão recente.

  • Prêmio Mais Cultura - Cordel

    Trago aqui a minha indignação com o que vem sendo feito pelo Ministério da Cultura com a Literatura de Cordel. Vai completar 3 anos que foi prometido e aprovado um prêmio chamado de mais cultura no Valor de R$ 3.000.000,00, para ser destinado a 200 projetos populares. Todo procedimento legal foi feito e concluido, mas o MINC não contempla os ganhadores.

  • Quatorze ou Nove Tons de Branco

    Quatorze ou Nove Tons de Branco

    É um contra ponto, uma brincadeira, ou uma bobagem. Uma forma de apresentar as possibilidades de se escrever e se mostrar a Literatura de Cordel.

  • Regulamento do 2º Concurso Nacional de Literatura de Cordel

    Tema: Cordel Contemporâneo

    Promovido em parceria com Academia Caruaruense de Literatura de Cordel, FUNDARPE através do Programa SISTEMA DE INCENTIVO A CULTURA SIC/PE e Governo do Estado de Pernambuco, com a colaboração da ABLC – Academia Brasileira de Literatura de Cordel.

    01. Academia Caruaruense de Literatura de Cordel - ACLC, situada na Rua Limoeiro Nº 295 Bairro Boa Vista I – CEP: 55038-010-Caruaru-PE em parceria com a FUNDARPE, através do Programa SISTEMA DE INCENTIVO A CULTURA SIC/PE do Governo do Estado de Pernambuco com a colaboração e a participação da ABLC – Academia Brasileira de Literatura de Cordel abrem inscrições para o 2º Concurso Nacional de Literatura de Cordel com o tema “Cordel Contemporâneo”.

    02. O prêmio, para a edição de 2011, contemplará a categoria ADULTA, amador ou profissional de Literatura de Cordel e poderão participar Poetas residentes em qualquer lugar do Brasil, que apresentem cordéis com o mínimo de 08 e o máximo de 12 estrofes de seis versos (sextilha) e que obedeçam ao formato indispensável de métrica, rima e oração.

    03. Os trabalhos serão avaliados por uma Comissão formada por Poetas integrantes da ABLC – Academia Brasileira de Literatura de Cordel, sediada na Rua Leopoldo Fróis, 37 Santa Teresa - Rio de janeiro, Cep 20241-330, para onde serão enviados os cordéis concorrentes, em envelope fechado com duas cópias do texto.

    04. Os autores candidatos apresentarão um envelope principal de entrega dos textos contendo em seu exterior apenas o nome do Concurso, (CORDEL CONTEMPORÂNEO), e o pseudônimo do autor. Não poderá ter remetente, apenas destinatário. Em seu interior haverá, além dos trabalhos objeto do concurso, outro envelope, lacrado, subscrito somente com o título do Concurso e o pseudônimo do autor. No interior deste, deverão conter o nome do autor, mais seus dados completos: nome, endereço, telefone, e-mail, cópia do RG, cópia do CPF, comprovante de residência, título do trabalho inscrito e pequena biografia (até 10 linhas).

    05. A ABLC escolherá os dez melhores textos enviados, para serem apresentados na noite do dia 14 de outubro na cidade de Caruaru – PE, ocasião que será autorgada a premiação. Os dez autores selecionados serão transportados para a cidade Caruaru por conta da produção do evento, com passagens e hospedagens garantidas e gratuitas.

    06. Os dez cordéis escolhidos serão recitados por seus autores e julgado por uma Comissão formada de Poetas Acadêmicos da Academia Caruaruense de Literatura de Cordel. A comissão observará a temática e os elementos que compõem a literatura de cordel na sua essência: Métrica Rima e Oração

    07. O prazo de inscrição: Até o dia 15 de setembro de 2011.
    08. Fica vedada a inscrição de qualquer pessoa ligada diretamente (com laços familiares ou vínculos de trabalho) aos componentes das comissões de escolha (ABLC) e julgadora (ACLC).

    08. Os Cordéis inscritos devem ser obrigatoriamente, inéditos e escritos em Língua Portuguesa. Entende-se por inéditos os que não tenham sido editados ou publicados (parcialmente ou em sua totalidade) em antologias, coletâneas, suplementos literários, jornais, revistas, Internet, exposições ou outras publicações. É da responsabilidade exclusiva da comissão julgadora analisar se os trabalhos enviados são ou não inéditos.

    09. Ao efetivar a inscrição, o autor assume a autoria e a originalidade dos trabalhos inscritos, podendo responder, em caso contrário, por plágio, cópia indevida e demais crimes previstos na Lei de Direitos Autorais, bem como sua exclusão deste concurso.

    10. A premiação será a seguinte: 1º lugar R$ 3.000,00 (Três Mil Reais); 2º Lugar R$ 2.000,00 (Dois Mil Reais) e o 3º lugar R$ 1.000,00 (Hum Mil Reais).

    11. A organização do evento envolvendo os patrocinadores do festival, ACLC, ABLC, e FUNDARPE, terá acesso a 5% das publicações vencedoras, sem fins lucrativos, apenas para divulgação desses trabalhos.

    12. Cada autor encaminhará aos endereços ou locais definidos os originais inscritos, podendo ser até dois (dois) trabalhos. As cópias impressas serão em papel branco (A4), digitadas.

    13. Para a abertura, o intervalo e o encerramento do Concurso na noite do dia 14, se apresentarão como convidados e homenageados do evento os Poetas Repentistas: Ivanildo Vilanova, José Amâncio, Antonio Lisboa, Waldir Teles e os Nonatos.

    14. Os originais não serão devolvidos.

    15. A inscrição implicará, por parte do concorrente, na aceitação dos termos deste regulamento, bem como na cessão, sem ônus, dos direitos autorais dos trabalhos inscritos, para eventual publicação de uma primeira edição, bem como para divulgação dos trabalhos literários da Academia.

    16. O concurso em pauta seguirá o seguinte calendário básico:
    a) No dia 14 de outubro de 2011, serão apresentados e anunciados os ganhadores do Concurso no local do evento:
    b) Os prêmios serão pagos em dinheiro e os cordéis serão publicados.

    17. Não é necessário o participante enviar seus cordéis com capas de xilogravuras ou qualquer outro desenho. As inscrições são gratuitas, encerrando-se em 15 de setembro de 2011.
    18. O evento será realizado para os Poetas, repentistas e cordelistas presentes e seus convidados. Será também aberto ao público, que receberá senha 30 min antes da sua abertura. ENTRADA FRANCA.

     


    Comentários
    Este post possui 4 comentário(s).

     

    luiz carlos da silva
    Postado em 25/02/2012

    É muito bom saber que existe concurso de cordel deste porte. Espero participar do próximo evento.


    José Augusto
    Postado em 26/10/2011

    Olá passoal das comissões organizadoras, hoje já são 26/10/2011, e, nós de Mossoró ainda não recebemos nenhum comunicado expomtâneo quanto ao concurso, principalmente quando observamos o item 05 do Edital. Já que fomos classificados, merecemos o mínimo de atenção. 05. A ABLC escolherá os dez melhores textos enviados, para serem apresentados na noite do dia 14 de outubro na cidade de Caruaru – PE, ocasião que será autorgada a premiação. Os dez autores selecionados serão transportados para a cidade Caruaru por conta da produção do evento, com passagens e hospedagens garantidas e gratuitas. José Augusto Aguardo resposta.


    José Augusto
    Postado em 26/10/2011

    Olá passoal das comissões organizadoras, hoje já são 26/10/2011, e, nós de Mossoró ainda não recebemos nenhum comunicado expomtâneo quanto ao concurso, principalmente quando observamos o item 05 do Edital. Já que fomos classificados, merecemos o mínimo de atenção. 05. A ABLC escolherá os dez melhores textos enviados, para serem apresentados na noite do dia 14 de outubro na cidade de Caruaru – PE, ocasião que será autorgada a premiação. Os dez autores selecionados serão transportados para a cidade Caruaru por conta da produção do evento, com passagens e hospedagens garantidas e gratuitas. José Augusto Aguardo resposta.


    José Augusto
    Postado em 26/10/2011

    Olá passoal das comissões organizadoras, hoje já são 26/10/2011, e, nós de Mossoró ainda não recebemos nenhum comunicado expomtâneo quanto ao concurso, principalmente quando observamos o item 05 do Edital. Já que fomos classificados, merecemos o mínimo de atenção. 05. A ABLC escolherá os dez melhores textos enviados, para serem apresentados na noite do dia 14 de outubro na cidade de Caruaru – PE, ocasião que será autorgada a premiação. Os dez autores selecionados serão transportados para a cidade Caruaru por conta da produção do evento, com passagens e hospedagens garantidas e gratuitas. José Augusto Aguardo resposta.

  • Release do CD Sergio Samba Sampaio

    Release do CD Sergio Samba Sampaio

    Apresento o release do meu novo CD, Sergio Samba Sampaio, lançado pela Zecapagodiscos e distribuido pela Universal.

    Sergio Samba Sampaio”

  • Revelação

    Este é um pequeno poema antigo, que resolvi publica-lo, para dividi-lo com os amigos.

  • Rico sem Dinheiro

    Rico sem dinheiro é poema curto, que escreví há 35 anos atrás. Não sei se mudou muito de lá prá cá.

  • Rio menos Vinte ou Rio-20

    Apresento a letra que fiz para uma música, ainda inédita, do meu parceiro Beto Moura, há 20 anos atrás, para ser tema da ECO-92

  • Rosil Cavalcanti - Biografia

    Rosil Cavalcanti

    Neste ano do centenário de nascimento do compositor e jornalista ROSIL CAVALCANTI, trago aqui esta biografia cordelizada, como minha homenagem a este baluarte da nossa cultura popular.   - Chico Salles

  • Salim, Jacó, Joaquim

    Boteco em Casablanca

    É uma história de ficção em cordel, que escrevi há uns 10 anos.

  • Seleção de Dunga

    Seleção de Dunga

    Uma estrofe apenas sobre a participação pífia da nossa seleção na Copa América:

  • Sousas: Brasil - Portugal

    Neste ano de intercâmbio cultural Brasil Portugal, escrevi para o documentário de Fernando Mariz, este pequeno Cordel em setilha, relacionando as duas cidades denominadas SOUSAS, a minha, brasileira da Paraíba e a portuguesa de Penafiel.

  • Sua Majestade, o Baião

    Neste tempo de Festas Juninas, publico com um pouquinho de atraso, este texto em setílha sobre um dos mais populares ritmos musicais brasileiro, "Sua Majestade, O BAIÃO", que apresentei como abertura do "São João Carioca" na quinta da Boa Vista.

  • Um Cordel para o INCA

    Instituto Nacional do Câncer - INCA

    Um pequeno texto, ou um cordel resumido, ou ainda uma pequena homenagem em setilha, que escrivi na ocasião de tratamento da minhã Lúcia de Fátima. Tem uns quatro anos.

  • Umas e Oito

    Umas e oito é um poema chicosalleano, escrito já há algum tempo. Gosto muito dele porque se parece mesmo comigo.

  • Urubu dando risadas

    É uma anedota cordelizada em setilha, que fará parte do meu próximo folhete de cordel

  • Votar em Ninguém

    "Votar em ninguém" é uma posição política individual, independente e pensada.

Chico Salles by Livio Campos
Obrigado por visitar meu blog!
Por favor, retorne sempre para ler novidades!

 
Citações Chicosalleanas: 

♦   “A vida é feita de pedaços, de mistérios e essências,
     quem ficar no mesmo passo atrofia a existência”.

♦   “Minha estrada é longa, mas minha esperança é maior”.

♦   “Câncer, antes nunca do que tarde”.

♦   “Não tenho pressa, mas não estou parado”.

 
 

Chico Salles Perfil

Chico Salles by Livio Campos

Chico Salles

"Nordestino Carioca"

Sou cantador, violeiro, forrozeiro,
Cordelista brasileiro e assim bem Paraíba
Sou operário, milionário sem tostão,
Busco na inspiração vez por outra ser escriba.

Vou por aí, relembrando o mestre Lua,
Cantarolando nas ruas, becos vielas e guetos,
Com a sanfona, o triângulo e a zabumba,
Tocando xaxado e rumba, xote e baião nos coretos.

No boteco, no teatro, na esquina,
Na poeira na neblina, fazendo a festa do povo,
Aqui na praça de graça, ou lá na lona,
De Metrô ou de carona, amanhã volto de novo.

Chico Salles Logo

Login